Elle Fanning Brasil mobile version
May 28, 2014

Elle está na edição de junho da Vogue UK e concedeu uma entrevista exclusiva para a revista! Confiram ela  traduzida, logo abaixo:

vogueuk

Paris na primavera. Há algum lugar mais adorável? A cidade toda parece estar em colusão para provar o ponto: o céu tem um tom azul marinho, um estalo de três cores de um mastro, e o sol se põe atrás dos pequenos cachorros passeando no Jardin Villemin. E aqui, quicando na cena, está o mais mágico dos clichês, uma americana em Paris, a atriz Elle Fanning, na beira de seu aniversario de 16 anos, fresca como as crescentes árvores e cheia de uma alegre animação, um raio do sol da Calióornia nesta séria e meticulosa cidade.
Ridiculamente alta para este rosto de criança – 1,75m em suas meias, e no mínimo 1,80 em seus saltos Prada que ela está usando no momento – Fanning está em Paris para o desfile da Miu Miu, que ocorreu ontem, um evento destacado parcialmente por uma estréia de casacos cor de amêndoa-açúcarada como cobiçados agasalhos, mas em maior parte pelas estrelas na primeira fila: “Eu, Lupita, Lizzie, Lea, Bella…” diz a pálida e bela Fanning. (Ela se refere a ganhadora do Oscar Lupita Nyong’o, e as atrizes Elizabeth Olsen, Lea Seydoux e Bella Heathcote.)
“Foi muito divertido, nada esnobe mesmo. Eu já havia conhecido Bella, Lupita e Lizzie no ensaio fotográfico para a campanha” – a campanha Primavera/Verão da Miu Miu no qual o trio, além de Fanning, estrela – “E a Rihanna estava lá! Isso foi muito legal. Eu acenei e disse ‘Olá!’, e ela disse ‘Olá!’. Ela estava com seus óculos de sol. Ela é tão elegante. Quando ela entrou com seu enorme casaco de pêlo , eu estava como – wow!”
E Elle Fanning é um pouco “wow” ela mesma. Nas telas desde que era criança, ela é parte de uma dinastia de crianças-atores: sua irmã Dakota Fanning que, até atingir a puberdade, parecia interpretar todos os papeis principais de criança em todos os filmes de Hollywood que requeriam um. A primeira aparição de Elle em filmes eram em versões menores de sua irmã mais velha, antes de interpretar papéis como a filha de Cate Blanchett e Brad Pitt em Babel e até interpretando a própria Cate Blanchett em O Curioso Caso de Benjamin Button. Fanning tem um sério pedigree cinematográfico. Steven Spielberg e JJ Abrams a escolheram para estrelar o charmoso filme de ficção científica Super 8, e enquanto filmava um filme com Jeff Bridges, o ator a ensinou como desenhar. Na companhia de Fanning, algo é constantemente lembrado, como inusitadamente e extraordinariamente  sua educação foi um fato decisivo para a adolescente sorridente e charmosa que ela é agora. (Abrams a descreveu como uma atriz de “uma experiência de vida sobrenatural”.) Por um momento, enquanto estamos no carro e presas no trânsito, ela disse, “Eu não sei como eu aprendia minhas falas enquanto eu tinha 4 anos. Eu não sabia ler ainda.” E depois ela adiciona, “Ás vezes eu tenho um estranho deja vu de filmes, um certo cheiro ou a luz. É engraçado, minha vida está em filmes.”
Com 12 anos de idade, Fanning subiu de um status de estrela indie (e viciada em moda) para um papel principal no filme de Sofia Coppola, Somewhere, no qual ela interpretou, com esquisita ternura, a encantadora e esperta filha de   Stephen Dorff, um ator devasso vivendo uma vida de tédio elegante no   Chateau Marmont. Durante as gravações ela vivenciou o horror sem nome que ameaça todo ator mirim: um surto enorme de crescimento.

“Eu cresci sete centímetros em um ano e meio. Até o tamanho de meus sapatos estava ficando maior; na última cena eu havia crescido mais do que o tamanho anterior de minhas sandálias,” ela dá risada. Ela e Coppola ficaram muito próximas. “Nós trocamos e-mails todo tempo e conversamos, e toda vez que estamos em um mesmo lugar nós marcamos e vemos uma a outra.” Fanning  recentemente estrelou em um conto de fadas sobrenatural, Twixt, feito pelo pai de  Sofia, Francis Ford Coppola. “Ele é muito mais barulhento que  Sofia,” ela diz. “Durante as gravações nós ficamos na propriedade dele em Napa Valley, nós cozinhávamos o jantar juntos todos os dias. Ele me mostrou como fazer macarrão.”

Há muitos jovens atores talentosos trabalhando atualmente; as contemporâneas de Elle incluem Hailee Steinfeld e Chloë Grace Moretz. Mas não é difícil apontar exatamente porque  Fanning  está em tão alta demanda. Ela traz para seus papéis algo natural e uma doçura não enjoativa. O ator Nicholas Hoult, que estrela ao lado dela no próximo drama Young Ones, disse, “Elle é incrivelmente esperta e sensata. Ela consegue se transformar na frente das câmeras, fazendo escolhas súbitas e espertas,  e então se transformar de volta em uma garota adolescente depois que eles gritam “Corta” , e isso tudo sem perder o ritmo.”

Este mês ela finalmente assume o papel pelo qual seus olhos azuis, nariz pequeno e cabelos loiros foram feitos: uma princesa da Disney. A Bela Adormercida em  Malévola, ao lado de Angelina Jolie, que interpreta a vilã do título. De uma vez só, Fanning descreve seu primeiro encontro com  Jolie em Pinewood: “Eu estava tipo, ‘Ah meu Deus!’ Porque Angelina não parece real – ela é uma pessoa que você vê em fotografias. E então ela estava lá, em carne e osso. Ela disse, ‘Nós vamos nos divertir bastante’, e me deu um grande abraço.” A filha de Jolie, Vivienne, interpretou as cenas de infância da personagem de  Fanning. “Vários filhos dela estavam lá, ela brincava com eles enquanto usava toda aquela maquiagem e um par de chifres assutadores.”

Lá fora, ao lado do  Canal Saint-Martin, e com toda Paris para um cenário em potencial, Vogue achou um simples muro branco para servir como plano de fundo das fotos. Usando um casaco e saia das cores de um macaron da Ladurée, seu olhos delineados com um lápis kajal, seu cabelo escovado para um efeito amassado, Fanning se inclina contra o muro, soprando um chiclete e girando em seus saltos. Ela parece uma adolescente de uma fotografia de William Eggleston, ou uma irmã extra de  The Virgin Suicides, garotas que são pouco complexas mas brilhantes de coração e cheias de  segredos vibrantes. Em comparação, um amontoado de adolescentes franceses, todos  usando preto, estão pendendo suas pernas sobre o canal nas proximidades e passando uns para os outros uma erva. Eles parecem com uma espécie alienígena.

É a combinação de estética legal e atitude luminosa(como foi representado por Sofia Coppola) de Fanning que chamou primeiramente a atenção de  Rodarte, Miuccia Prada, Marc Jacobs,  para quem Fanning modelou em campanhas, e Karl Lagerfeld, que a convidou para aparecer em alta costura da  Chanel quando ela tinha 13. Não menos importante, os editores e estilistas e fotógrafos que lutam para ter ela em suas revistas. Sua primeira sessão de fotos fashion, aos 12, foi com as irmãs  Rodarte, Laura e Kate Mulleavy. “Elas são minhas fadas madrinhas da  moda,” ela diz. “Eu tenho essa jaqueta de couro Rodarte que elas me deram; eu uso isto na escola.” As irmãs dizem dela, “Elle tem um espírito interior que ilumina qualquer aposento. Ela é uma das pessoas mais bondosas e  especiais que nós tivemos o privilégio de conhecer. Elle é tão talentosa e criativa, e moda é uma das variadas maneiras  com que ela tão eloquentemente expressa sua natureza artística.”

Ter 12  anos não é um pouco cedo para sua primeira sessão de fotos de moda? “Eu honestamente estava animada, eu amei aquilo,” ela conta. “Era completamente sobre experimentar roupas novas, isto ainda é uma das coisas que eu mais gosto de fazer.” (É muito difícil argumentar com o entusiasmo dela.) O interesse dela por moda é apaixonado. “Eu estava consciente sobre roupas desde que era mais nova e minha mãe me deixou bastante livre para escolher o que eu queria usar. Eu simplesmente amo moda; isso me anima. Eu costumava ser bem feminina, e eu ainda sou,  eu amo babados e laços e rosa, mas eu acredito que meu estilo está se desenvolvendo. Agora eu estou mais, ‘OK, eu posso usar  uma saia mais reta ao invés de uma cheia.'”

Em suas próprias roupas após a sessão, ela está usando um calça de couro cravejada modelo cropped de Isabel Marant , uma botina grossa da Prada e um top aberto nas costas de babados da  Opening Ceremony. Ela geralmente é vista carregando uma bolsa modelo silhouette  da Céline(“Aquela bolsa parece funcionar para minha altura”) e sabe o nome de todas as modelos- “Eu conheci Karlie Kloss. E eu amo o cabelo de Chloe Nørgaard. Eu adoraria pintar o meu com diferentes cores” – e tem pastas em seu computador contendo looks que ela gostaria de simular. “Definitivamente não apenas comprar mas  simplesmente me divertir e tentar copiar,” ela diz. (Tudo isto, aliás, não é trasmitido com um ar superior precoce mas com constrangimento e risadas. Apesar de tudo ela é uma adolescente normal – ela é um dos primeiros nomes na lista de amigos de Angelina Jolie – mas Fanning é intacta e adorável.) Sobre seu uniforme da escola, ela conta, “As saias xadrez alegram se você procura  usar um look formal.”

Fanning usa sua fama alegremente. Ela abandonou as aulas em casa pelo ensino médio em uma escola porque “Eu realmente não tinha amigos com a minha idade,” e agora combina sua carreira em filmes com lição de casa, aulas de balé e sábados  fazendo compras em LA com seus amigos. Ela já pensou em outra opção além do trabalho como atriz? “Por minha irmã já trabalhar nisto, houveram portas abertas, mas se eu não gostasse disso, eu não teria continuado. Eu atuo porque eu quero atuar e eu quero fazer isso para sempre.” Um dia ela gostaria de fazer um filme com Dakota. “Mas teria que ser algo importante,” ela diz. Não há rivalidade entre o par: “Nossas carreiras são tão diferentes. Nós não lemos os roteiros da outra.” Elas nem mesmo pegam as roupas  uma da outra, já que Dakota agora é uma estudante da   NYU,  e de qualquer modo, diz Fanning, “Ela se tornou uma pessoa nova-iorquina. Ela tem tantos casacos!”

Até agora, Elle  não tem planos para o verão, mas geralmente ela grava um filme nos feriados. “Um pequeno filme independente que está sendo produzido há um mês, então eu só faço isso.  O que mais eu estaria fazendo?” Eu não sei – passeando? Tendo 16 anos? “Sim, mas a maior parte do tempo eu já estou fazendo isso, eu estou na escola com meus amigos,”  ela diz, e então surpreende a si mesma: “Ou em Paris!”

Tradução: Isabella e Fernanda – Equipe Elle Fanning Brasil | Fonte

Comment Form