Elle Fanning Brasil mobile version
April 24, 2017

Elle Fanning pode transparecer a imagem da gentilidade sulista neste thriller gótico pródigo ‘The Beguiled’, mas há uma maldade espreitando sob aqueles cachos loiros e babados cor-de-rosa. E ninguém está mais entusiasmada com com essa reviravolta de Fanning do que a escritora-diretora Sofia Coppola.

“Ela sempre quis me fazer a garota má”, diz Fanning, que atuou em Somewhere de Coppola aos 12 anos. “Ela estava tão animada, tipo, ‘Você vai poder ser a malvada!'”

A garota má de Fanning é Alicia, uma das cinco jovens estudantes do Seminário para Jovens Moças de Miss Martha Farnsworth. É 1864 na Virgínia, e como a Guerra Civil acontece, as meninas e suas duas professoras (Kirsten Dunst e Nicole Kidman) têm se escondido em sua majestosa, porém arruinada, escola. Seu isolamento é interrompido pela chegada de um soldado da União ferido chamado John (Colin Farrell), provocando um conto sinuoso de ciúme, luxúria e pavor. “É como fogão de pressão estranho que poderia explodir a qualquer momento”, diz Dunst.

As mulheres dão boas-vindas a John com verdadeira hospitalidade sulista, preparando um jantar tão elegante quanto podem e trocam vestidos florais desgastados para seus melhores vestidos de seda. “Há algo muito feminino neste mundo, e você tem esse homem penetrando no recinto”, diz o diretor de fotografia Philippe Le Sourd (O Grande Mestre). “Então [o visual daquela cena] estava tentando conseguir aquele efeito dramático entre algo muito escuro e algo muito suave e muito feminino.” Depois do jantar, John e Alicia encontram-se sozinhos na sala iluminada por velas.

“Ela se faz de inocente, mas ela não é”, diz Fanning. “Ela é um pouco tímida, mas no roteiro essa cena foi descrita como ‘Ele a olha como um lobo.'” Cuidado, John: Ela não é ovelha.

Via
Tradução e adaptação por Elisa – Equipe Elle Fanning Brasil

EFBR004.jpgEFBR004.jpgEFBR004.jpgEFBR004.jpg
EFBR005.jpgEFBR005.jpgEFBR005.jpgEFBR005.jpg
Filmes > The Beguiled > Stills

Comment Form